Escasso ar

Por momentos prendo todo o ar que consigo aguentando o maior tempo e naquele pouco é como se nada mas importasse, como se nada pode-se me chatear como se nada me machucasse.
É como se por um minuto e apenas por esse minuto eu pudesse sair e correr sem direção, como se o que eu penso ou faço não interferisse nada nem ninguém, como se nesse minuto eu pudesse gritar tudo o que sinto, vejo e desejo o mais alto e ninguém reclamasse ou mesmo percebesse minha insensatez.
Quando prendo o ar é como se ao meu redor criasse uma barreira, uma bem grande que impede tudo que me aflige que me assusta e assombra bem longe, é quando sinto e escuto cada turbulência dentro da minha cabeça é quando tudo parece fácil quando não passa de um engano de um engano bem grande.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...