Ilusões verdadeiras


E lá estava eu novamente sentada esperando que os novos ventos me trouxessem boas noticias. No horizonte via nuvens carregadas em direção a mim.
Meus pés podiam sentir a vibração da tua caminhada apresada, só não intendia porque ia para o leste se eu estou à oeste.
Pela minha espinha sentia calafrios e no fundo sabia que algo estava a me abandonar.
O cenário tão propicio parecia ser encenação para mim cair em prantos e me afogar com tanta ausência e memorias.
Embaralhando com a realidade as ilusões de crianças correndo e em roda meio que numa dança se escondendo, árvores falantes contestando ações engraçadas e um pôr-do-sol imenso a rir de mim que agora estava a admirar sua beleza a sós.
Logo preciso ir pois na escuridão da noite é onde me encontro com toda angustia e com o mundo de impurezas e maldade, o que eu posso fazer e deitar e esperar clarear saudades com os primeiros brilhos de sol.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...