20/12/2011



Ainda lembro de meus cabelos longos, de minha pele lisa e macia e de meus olhos vibrantes.
De quando conseguia senti o sangue correndo em meu corpo, de quando ele era alivio para meus olhos.
Consigo forças para erguer o velho copo com whisky, com ele vejo o céu limpo, a paisagem é boa. Todas essas árvores que fazem esse vento trazer o som do mar.
Mesmo com essa vista tranquila ainda escuto os médicos gritando que meu coração havia parado, consigo ver minha mãe ao choro implorando por mim meu pai levando ela para longe.
Sinto uma grande dor no peito pois a enfermeira tentava fazer com que meu coração batesse, eu procurava o ar aos poucos meus pulmões iam ficando mais vazies, lembro de um lábio desconhecido tocando os meus soprando forte em minha boca. De uma carga de eletricidade em meu coração que não chegava a meus membros.
Escutava me chamarem sem pausa, mas preferi fechar os olhos pois essa era a intenção desde o primeiro derramar de sangue.
Gabriely Simas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...