01/08/2011 (:

Tempos depois percebi que deixei de escrever, de correr, de brincar e de beber.
Coisas que eram importantes deixaram de existir, coisas que não existiam se tornaram favoritas
O nunca se torno talvez, e o sempre se tornou normal.
Bom Dia virou raro, e vai se fuder comprimento.
O tal do tempo passa como piscadas, fechar os olhos são noites de sono.Pra uns sou um e para outros sou eu.Não importa a chuva ou o sol, os quilômetros ou centímetros e a tal de tristeza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...