Palavras

Palavras.
São pessoas, são números. As vezes importantes, geralmente as de menos sentido e que ninguém
escuta.
São armas, são flores. Nenhuma delas pode descrever a sí própria! São precárias, como os
humanos, são pequenas, e muito rápidas mas quando absorvidas podem ficar para sempre.

São simples, bonitas, feias, complexas, nunca completas, nunca perfeitas. São pessoas, são fatos. Tem sentimento, tem valor, ou não. Elas dependem das pessoas, e as pessoas delas, não se sabe ao certo quem depende mais.

Difícil é descrever uma pessoa com elas, e difícil é descrever elas com uma pessoa. São gestos, são letras, são livros. São pessoas. São usadas, são usuárias, são dias, são noites, estrela e música.

São desenhos, são símbolos, são caça, são caçadoras. São invisíveis, visíveis, brilhantes, escuras, toscas. São isso, são aquilo, aquele, aquela. São tristeza, são alegria, são sucesso, são fracasso. São prisões, liberdades, bocas e ouvidos, lápis e papel.

São erros, são acertos, sorte e azar... Nenhuma delas pode descrever a si própria! Nenhuma delas pode descrever você... Nem eu, nem nós! São elas, são eles, São pessoas... São palavras.

Fiz à algum tempo, uma definição humilde e associação de palavras à pessoas, num pensamento triste e vago.

Autor: Chande
Meu amigo de Rio Grande do Sul *--*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...